Eternos Aprendizes

30/04/2009

Eternos Aprendizes em novo endereço!

ATENÇÃO !

Exoplaneta gelado

Eternos Aprendizes estão agora em novo endereço!

O novos posts de Eternos Aprendizes relacionados aos temas Astronomia, Espaço, Exploração Espacial, Cosmologia e Física estão sendo publicados em nosso novo endereço: www.eternosaprendizes.com

ou: http://eternosaprendizes.com

ou, via RSS: http://eternosaprendizes.com/feed/

ou, por RSS ATOM: http://eternosaprendizes.com/feed/atom/

Os posts antigos e seus comentários foram todos migrados para o novo endereço, no entanto, para que os leitores não percam os links antigos, manteremos aqui os posts originais, com ponteiros para o novo blog por mais alguns meses.

Esperamos por vocês lá!

ROCA e ξΥξ

Anúncios

29/03/2009

Tunguska: o mistério foi finalmente resolvido? Um fragmento de cometa explodiu como uma bomba?

Tunguska: o mistério foi finalmente resolvido?

Um fragmento de cometa explodiu como uma bomba na atmosfera?

Um evento altamente energético ocorreu em Tunguka, Sibéria, em 1908, mas o que realmente causou isto? Crédito© Don Davis

Um evento altamente energético ocorreu em Tunguka, Sibéria, em 1908, mas o que causou isto? Crédito© Don Davis

Há mais de um século, em 30 de junho de 1908, uma explosão descomunal foi detonada sobre uma região despovoada da Rússia chamada Tunguska. Esse é provavelmente um dos mistérios mais duradouros que persiste sem solução no mundo. O que causou essa enorme explosão na atmosfera, com a energia equivalente a mais de 1.000 bombas atômicas (Japão – Hiroshima/Nagasaki, 2ª guerra mundial, 1945), que não deixou crateras? É notável a maneira que esse estranho evento tornou-se grande material fonte para escritores de ficção cientifica. Afinal, como poderia tamanha explosão que agitou o campo magnético terrestre e iluminou o hemisfério norte por 3 dias não ter deixado uma cratera sequer, mas aplainou de forma exótica uma grande área de 2.150 km² da floresta siberiana e deixou 200 km² de árvores queimadas?

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

14/03/2009

Cometas não só podem aniquilar a vida, mas também impedir que ela apareça!

Cometas não só podem aniquilar a vida, mas também impedir que ela apareça!

planeta-em-tau-ceti-bombardeada-por-cometas

Impressão artística de um planeta esterilizado pelo contínuo bombardeio de cometas e meteoros. Crédito: David Hardy em http://www.pparc.ac.uk/Nw/tc_images.asp

lgumas estrelas têm um elevado nível de cometas à sua volta e isso pode trazer o apocalipse sobre as possíveis formas de vida enraizadas em seus planetas. Visando entender melhor como isso funciona, há uma investigação em curso para determinar qual fração de sistemas estelares que podem ser inabitáveis por causa de impactos de cometas.

Muitos dos cometas no nosso sistema Solar estão no Cinturão Kuiper, um disco cheio de detritos que se estende desde a órbita de Netuno (30 UA) para quase duas vezes o superior a essa distância. Outras estrelas têm mostrado discos de detritos semelhantes a esse. Um exemplo disso é Epsilon Eridani, estrela gêmea do Sol a 10 anos-luz da Terra, que é um sistema jovem que possui três anéis.

epsilon-eridaniCerca de 20 por cento das estrelas semelhantes ao Sol têm discos de detritos que são mais substanciais que o nosso Cinturão de Kuiper, de acordo com os dados do Telescópio Espacial Spitzer. Mais detritos podem significar mais cometas, mas isso também pode significar mais impactos assassinos em planetas semelhantes à Terra orbitando essas estrelas?

Para responder isso temos que saber se existem planetas gigantes como Júpiter ao redor dessas estrelas semelhantes ao Sol.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

30/01/2009

650 milhões de anos da Terra em 80 segundos

650 milhões de anos da Terra em 80 segundos

A história da Terra em 80 segundos, desde 400 milhões de anos atrás até 250 milhões de anos no futuro:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “650 milhões de anos da Terra em 80 se…“, posted with vodpod
www.eternosaprendizes.com

ATENÇÃO! Eternos Aprendizes estão em novo endereço, clique aqui nessa imagem para ir ao novo site!

10/01/2009

Mapa da Terra em 250 milhões de anos – Pangea 2

Mapa da Terra em 250 milhões de anos – Pangea 2

pangeaultima_scotese_big

Um novo Pangea: Terra em 250 milhões de anos?

Crédito©: C. R. Scotese (U. Texas at Arlington), PALEOMAP

É assim que o mapa da Terra ficará no futuro?

A superfície da Terra está fracionada em diversas e largas placas tectônicas que estão movendo-se lentamente. Há 250 milhões de anos as placas nas quais os atuais continentes residem estavam posicionadas de forma bem diferente, ou seja, as massas continentais estavam agrupadas em um único super-continente denominado Pangea.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

09/01/2009

Extinção em massa há 12.900 anos: a Terra foi atingida por um cometa?

Extinção em massa há 12.900 anos: a Terra foi atingida por um cometa?

Os mamutes foram extintos na América do Norte há 12.900 anos

Os mamutes foram extintos na América do Norte há 12.900 anos

Nano-diamantes encontrados na América do Norte podem ser evidências de uma grande mudança climática provocada por cataclismo causado por um megaevento cósmico, 13 milênios atrás.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

Blog no WordPress.com.