Eternos Aprendizes

30/04/2009

Eternos Aprendizes em novo endereço!

ATENÇÃO !

Exoplaneta gelado

Eternos Aprendizes estão agora em novo endereço!

O novos posts de Eternos Aprendizes relacionados aos temas Astronomia, Espaço, Exploração Espacial, Cosmologia e Física estão sendo publicados em nosso novo endereço: www.eternosaprendizes.com

ou: http://eternosaprendizes.com

ou, via RSS: http://eternosaprendizes.com/feed/

ou, por RSS ATOM: http://eternosaprendizes.com/feed/atom/

Os posts antigos e seus comentários foram todos migrados para o novo endereço, no entanto, para que os leitores não percam os links antigos, manteremos aqui os posts originais, com ponteiros para o novo blog por mais alguns meses.

Esperamos por vocês lá!

ROCA e ξΥξ

31/03/2009

E a pedra rolou ladeira abaixo… em Marte!

E a pedra rolou ladeira abaixo… em Marte!

Imagens de um mundo em movimento…

Imagem da pedra que rolou ladeira abaixo em uma avalanche em Marte. Crédito: HiRISE e colorização feita por Stuart Atkinson (http://cumbriansky.wordpress.com/)

Imagem da pedra que rolou ladeira abaixo em uma avalanche em Marte. Crédito: HiRISE e colorização feita por Stuart Atkinson (http://cumbriansky.wordpress.com/)

Marte não é um mundo morto como se pensava e diversas imagens retratam esse fato.

Stuart Atkinson (Stu) é membro da UnmannedSpaceflight.com e tem um blog, Cumbrian Sky.

Ontem, 30 de março, Stu colocou algumas fotos de Marte em seu website, contando sua história de como ele criou essa imagem fantástica da “pedra que rolou a ladeira” a partir de uma foto comum da câmera HiRISE na sonda robô Mars Reconnaisaince Orbiter.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

08/03/2009

HiRISE guia o robô explorador Opportunity em sua incrível jornada pelas dunas de Marte rumo à cratera Endeavour

HiRISE guia o robô explorador Opportunity em sua incrível jornada pelas dunas de Marte

Robô Opportunity trafega sobre as dunas marcianas (NASA/HiRISE/Universidade do Arizona)

Robô Opportunity trafega sobre as dunas marcianas (NASA/HiRISE/Universidade do Arizona)

Não nos resta dúvida que são imagens como essa que reforçam as perspectivas do programa de exploração de Marte. Atualmente temos dois veículos de exploração que têm viajado através da paisagem de Marte há 5 anos (Êpa! Eles foram projetados para operar por apenas três meses!), além de 3 satélites orbitando o planeta vermelho suportando uma grande variedade de estudos científicos. A sonda espacial MRO (Mars Reconnaissance Orbiter) orbita Marte a 250 km de altura e tem cumprido sua missão de “reconhecimento orbital” brilhantemente. É através desse satélite que o programa High Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE) está ajudando o robô explorador Opportunity a achar o melhor caminho através das ondulantes dunas de areia do Meridiani Planum. São robôs ajudando outros robôs em Marte…

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

01/03/2009

Marte: ramificações de poeira formam figuras fractais

HiRISE mostra figuras fractais em Marte - clique na imagem para acessar a foto em alta resolução (2560 x 1920)

HiRISE mostra figuras fractais em Marte - clique na imagem para acessar a foto em alta resolução (2560 x 1920)

Durante o inverno marciano uma camada de gelo de dióxido de carbono – CO² (gelo seco) forma uma capa sazonal congelada ao longo da região polar.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

27/02/2009

Por Júpiter! Foi descoberto o mistério do cinturão de asteróides

Por Júpiter! Foi descoberto o mistério do cinturão de asteróides

O cinturão de asteróides

O cinturão de asteróides

O cinturão de asteróides envolve o sistema Solar interior como uma trincheira rochosa em anel que se estende desde a órbita de Marte até a de Júpiter. Existem, contudo, vazios nessa trincheira, mais notavelmente onde a influência orbital de Júpiter é mais potente. Quaisquer asteróides azarados que se aventurem nessas regiões denominadas vãos de Kirkwood (nome dado em honra ao matemático Daniel Kirkwood) terão suas órbitas perturbadas e serão  arremessados para fora do acolhedor cinturão de asteróides. Nesse caso pode até ser possível que tais asteróides sigam em uma rota de colisão com um dos planetas telúricos do sistema Solar interior (como a Terra ou Vênus) ou até Lua…

Quais as razões desses vazios no cinturão de asteróides?

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

Mike Salway nos mostra a múltipla conjunção: Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte

Mike Salway nos mostra a múltipla conjunção: Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte

Em 22 de Fevereiro, teve início uma bela conjunção. A Lua deu uma brilhante exibição no oriente, uma vez que se juntou a outros três corpos celestes, Mercúrio, Júpiter e Marte, dando aos espectadores uma sensação de profundidade e sentimento.

O astrônomo amador e também fotógrafo Mike Salway, eternizou sua experiência diante dessa bela conjunção através de fotos incríveis. Acompanhe a seguir a história relatada por Mike Salway, na manhã de 23 de fevereiro:

Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte em comjunção na madrugada, por Mike Salway

Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte em conjunção na madrugada, por Mike Salway

Adoro a Lua e conjunções planetárias e adoro fotografar pela manhã. Quando os dois eventos se combinam é o momento em que espero criar algo especial. Na manhã de 23 de Fevereiro, uma bela conjunção surgiu no céu rosado do amanhecer. A Lua Crescente brilhou no oriente, uma vez que se juntou a outros três corpos celestes, Mercúrio, Júpiter e Marte para nos dar uma sensação de profundidade e sentimento com relação aos céus matinais.

Noite passada eu sentei na cama perguntando-me aonde iria para fotografar esta vista maravilhosa… Perguntava-me se o céu estaria nublado, se o céu estaria limpo, se o céu iria fornecer o mesmo cenário dramático que me foi antes apresentado quando fotografei a Smiley Face Conjunction [ conjunção sorriso, Vênus, Júpiter e a Lua, dezembro de 2008 ].

Felizmente, tudo veio acompanhado de uma bela manhã de fotografias e eu fui capaz de captar algumas imagens impressionantes da Lua, Júpiter, Mercúrio e Marte em conjunção.

A imagem acima é a minha favorita da sessão de fotos e foi feita com a Canon 20D e lente Sigma 17-70mm @ 33mm, f/5.6, 2.0s com exposição @ ISO800.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

06/02/2009

HiRISE mostra imagens de impactos explosivos na superfície de Marte

HiRISE mostra imagens de impactos explosivos na superfície de Marte

Impacto em Marte capturado pela Mars Reconnaissance Orbiter e tratado pelo HiRISE

Impacto em Marte capturado pela Mars Reconnaissance Orbiter e tratado pelo HiRISE

Centenas de objetos vêm do espaço, em geral fragmentos de asteróides, e castigam Marte todos dos anos. Algumas vezes, como na Terra, esses objetos atravessam a atmosfera marciana. Mas a atmosfera marciana é muito mais tênue que a da Terra, o que implica em uma maior quantidade de objetos atingindo o solo do planeta vermelho. Se o bólido se quebra em pedaços, mas não se desintegra, o resultado será um aglomerado de crateras. A imagem acima é um exemplo disso: um grupo de crateras em Marte. Embora a presença de crateras em Marte seja um fenômeno relativamente comum, esse exemplo acima é raro pois há uma linha negra entre as duas maiores crateras. Os cientistas do projeto HiRISE estimam que o objeto partiu-se em dois pedaços de tamanho similar na entrada da atmosfera marciana e que as explosões interagiram entre si gerando essa curiosa linha negra entre as crateras…

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

23/01/2009

Metano na atmosfera marciana

Metano na atmosfera marciana

Metano-em-Marte-NASA

A figura acima é uma imagem de Marte com um mapa da recente detecção de metano. A parte em vermelho mostra uma maior concentração de metano.

Recentemente, dados de espectroscopia confirmaram a existência do gás metano na atmosfera marciana. Sua fonte ainda é um mistério e isso tem gerado uma possibilidade fantástica: vida extraterrestre! Mas espere um pouco, tenho que deixar algo bem claro, os marcianos não são homenzinhos verdes (ou cinzas) cheios de más intenções para conosco.

Se esta possibilidade vir a se confirmar os nossos vizinhos serão inofensivos micróbios escondidos no subsolo de Marte, onde ainda há calor suficiente para a água (um dos elementos fundamentais que possibilitou o surgimento de vida no nosso planeta) em estado líquido existir.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

05/01/2009

2009 – ano do eclipse do século e outros eventos interessantes no céu

2009 – ano do eclipse do século e outros eventos interessantes no céu

Eclipse sobre sobre uma acácia em Chisamba, Zambia, 2001 - Crédito©: Fred Espenak

Eclipse sobre sobre uma acácia em Chisamba, Zambia, 2001 - Crédito©: Fred Espenak

Relacionamos neste post alguns eventos relevantes a serem observados no céu a ocorrer em 2009: conjunções entre planetas, o eclipse do século, ocultações e outros interessantes fenômenos. Vamos ficar atentos e tentar acompanhar. Anotem em suas agendas!

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

29/10/2008

Sonda da NASA encontra mina de opala no complexo de cânions de Valles Marineris em Marte

Sonda da NASA encontra mina de opala no complexo de cânions de Valles Marineris em Marte

A sonda da NASA Mars Reconnaissance Orbiter que está atualmente orbitando Marte descobriu depósitos da gema opala no gigantesco complexo de cânions de Valles Marineris (considerado a maior fissura do Sistema Solar, aparentemente), a leste de Tharsis. É claro que, como pedra preciosa, a opala não é tão valiosa a ponto de estabelecermos uma exploração interplanetária. O mineralóide opala é formado por sílica amorfa hidratada e seu percentual de água pode chegar a 20%. A relevância dessa descoberta é a evidência que a água no estado líquido sobre existiu em Marte por mais 1 bilhão de anos além do que as teorias anteriores previamente estabeleciam. Com isso os cientistas suspeitam agora que a água em Marte teve um papel importante na modelagem de sua superfície e possivelmente suportou a existência da vida no passado no planeta vermelho.

Opala no Valles Marineris em Marte - HIRISE - NASA {1}

Opala no Valles Marineris em Marte - HIRISE - NASA {1}

(more…)

Older Posts »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.