Eternos Aprendizes

30/04/2009

Eternos Aprendizes em novo endereço!

ATENÇÃO !

Exoplaneta gelado

Eternos Aprendizes estão agora em novo endereço!

O novos posts de Eternos Aprendizes relacionados aos temas Astronomia, Espaço, Exploração Espacial, Cosmologia e Física estão sendo publicados em nosso novo endereço: www.eternosaprendizes.com

ou: http://eternosaprendizes.com

ou, via RSS: http://eternosaprendizes.com/feed/

ou, por RSS ATOM: http://eternosaprendizes.com/feed/atom/

Os posts antigos e seus comentários foram todos migrados para o novo endereço, no entanto, para que os leitores não percam os links antigos, manteremos aqui os posts originais, com ponteiros para o novo blog por mais alguns meses.

Esperamos por vocês lá!

ROCA e ξΥξ

14/04/2009

Apollo 17: os astronautas comprovaram que fita adesiva é um equipamento mandatório na exploração espacial

Apollo 17: os astronautas comprovaram que fita adesiva é um equipamento mandatório na exploração espacial

Missão Apollo 17: rover reparado com fita adesiva, grampos e mapas descartáveis

Missão Apollo 17: rover reparado com fita adesiva, grampos e mapas descartáveis

Por que a Lua é tão cheira de poeira?

Na Terra as rochas são erodidas pelo vento e pela água, criando o solo e areia. Na Lua, uma longa história de bombardeio por micrometeoritos tem atingido duramente a superfície rochosa criando uma camada de poeira fina e áspera de solo lunar ou regolito.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

07/03/2009

Nova lua encontrada pela Cassini pode ser a origem da formação do arco de anel externo G de Saturno

Saturno: Lua encontrada pela Cassini pode ser a origem da formação do seu anel externo G

A sonda espacial Cassini da NASA encontrou inserida dentro do anel G do planeta Saturno uma mini-lua que aparece nas fotos como um pequeno ponto luminoso. Cientistas julgam que essa lua é a fonte principal do anel G, o último descoberto, e seu singelo arco de anel.

Esta seqüência de 3 imagens, obtida pela Cassini em 10 minutos mostram a trajetória do recém descoberto satélite no arco existente no anel G de Saturno. Crédito: NASA/JPL/Space Science Institute

Esta seqüência de 3 imagens, obtida pela Cassini em 10 minutos mostram a trajetória do recém descoberto satélite no arco existente no anel G de Saturno. Crédito: NASA/JPL/Space Science Institute

Os cientistas que trabalham com as imagens produzidas pela sonda Cassini acharam essa mini-lua com cerca de 800 metros de diâmetro incrustada no arco do anel G (anel parcial).

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

27/02/2009

Mike Salway nos mostra a múltipla conjunção: Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte

Mike Salway nos mostra a múltipla conjunção: Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte

Em 22 de Fevereiro, teve início uma bela conjunção. A Lua deu uma brilhante exibição no oriente, uma vez que se juntou a outros três corpos celestes, Mercúrio, Júpiter e Marte, dando aos espectadores uma sensação de profundidade e sentimento.

O astrônomo amador e também fotógrafo Mike Salway, eternizou sua experiência diante dessa bela conjunção através de fotos incríveis. Acompanhe a seguir a história relatada por Mike Salway, na manhã de 23 de fevereiro:

Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte em comjunção na madrugada, por Mike Salway

Lua, Mercúrio, Júpiter e Marte em conjunção na madrugada, por Mike Salway

Adoro a Lua e conjunções planetárias e adoro fotografar pela manhã. Quando os dois eventos se combinam é o momento em que espero criar algo especial. Na manhã de 23 de Fevereiro, uma bela conjunção surgiu no céu rosado do amanhecer. A Lua Crescente brilhou no oriente, uma vez que se juntou a outros três corpos celestes, Mercúrio, Júpiter e Marte para nos dar uma sensação de profundidade e sentimento com relação aos céus matinais.

Noite passada eu sentei na cama perguntando-me aonde iria para fotografar esta vista maravilhosa… Perguntava-me se o céu estaria nublado, se o céu estaria limpo, se o céu iria fornecer o mesmo cenário dramático que me foi antes apresentado quando fotografei a Smiley Face Conjunction [ conjunção sorriso, Vênus, Júpiter e a Lua, dezembro de 2008 ].

Felizmente, tudo veio acompanhado de uma bela manhã de fotografias e eu fui capaz de captar algumas imagens impressionantes da Lua, Júpiter, Mercúrio e Marte em conjunção.

A imagem acima é a minha favorita da sessão de fotos e foi feita com a Canon 20D e lente Sigma 17-70mm @ 33mm, f/5.6, 2.0s com exposição @ ISO800.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

26/02/2009

Kaguya fotografa o Anel de Diamante: o eclipse do Sol visto da Lua

Kaguya fotografa o Anel de Diamante: o eclipse do Sol visto da Lua

Kaguya fotografa o anel de diamante

Kaguya fotografa o anel de diamante

Na foto acima está algo que nós não conseguimos ver daqui… De fato, é a primeira vez que isso é documentado. Em 10 de fevereiro de 2009 a sonda japonesa Kaguya (Selene) que está em órbita em volta da Lua capturou com sucesso uma imagem de um eclipse penumbral lunar. Nesse caso é diferente: trata-se da Terra passando em frente do Sol, visto da Lua. SIM, isso mesmo! Visto a partir da Lua…

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

01/02/2009

Astrônomos começam a caça de exoluas orbitando exoplanetas

Astrônomos começam a caça de exoluas orbitando exoplanetas

Impressão artistica (Andy McLatchie) de uma exolua habitável orbitando um exoplaneta. Poderá a flutuação orbital de um exoplaneta ajudar os astrônomos a achar exoluas?

Impressão artística (crédito: Andy McLatchie) de uma exolua habitável orbitando um exoplaneta. Poderá a flutuação orbital de um exoplaneta ajudar os astrônomos a achar exoluas?

[ Tradução do artigo “Astronomers Now Looking For Exomoons Around Exoplanets” escrito por Ian O’Neill na Universe Today em 14 de dezembro de 2008 ]

Está começando a parecer que os astrônomos estão se tornando cansados de observar diretamente os exoplanetas, já estivemos aqui, já fizemos isso… Assim eles estão agora se aprofundando mais visando uma nova grande descoberta: a detecção de exoluas (ou lua extrasolar) orbitando exoplanetas. Em novo estudo um astrônomo britânico quer usar a técnica mais comumente utilizada na observação indireta de exoplanetas. Essa tradicional e amplamente usada técnica verifica a estrela candidata para ver se ela tremula. A tremulação ou flutuação orbital estelar é usualmente causada pela presença de um objeto massivo orbitando a estrela, revelando indiretamente a presença de um exoplaneta (ou um objeto sub-estelar como uma anã-marrom).

Agora, de acordo com David Kipping, a presença de exoluas também poderá ser detectada pelo “método da análise da flutuação orbital”. Como fazê-lo?

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

O “nascer” da Terra visto da Lua pela sonda japonesa Kaguya

Filed under: -►Astronomia e Espaço, Exploração Espacial, Lua — Tags:, , , , — ROCA @ 5:48

O “nascer” da Terra visto da Lua pela sonda japonesa Kaguya

Veja no vídeo abaixo o “nascer” da Terra visto da Lua capturado pela sonda japonesa Kaguya via HDTV-tele-câmera.

Aguarde alguns segundos para ver a Terra “nascendo” no horizonte lunar.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “JAXA | Full Earth-rise taken by the K…“, posted with vodpod

Veja também:

Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua a partir de fotos da sonda japonesa Kaguya


29/01/2009

Pedra lunar revela que a Lua teve um núcleo magnético pastoso

Pedra lunar revela que a Lua teve um núcleo magnético pastoso

NASA

O astronauta Harrison Schmidt coletando amostras na missão Apollo 17. Crédito: NASA

Quando, nos anos 60 e 70, os cientistas afirmaram que as pedras da Lua trazidas pelos astronautas da Apollo iriam manter os pesquisadores bastante ocupados por décadas, eles não estavam brincando. A análise em uma das mais puras rochas coletadas na missão Apollo 17 ajudou a resolver um antigo enigma lunar. Os pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) trabalharam na mais detalhada análise já feita da mais antiga pedra da coleção da Apollo. Traços magnéticos registrados na rocha forneceram uma forte evidência que há 4,2 bilhões de anos a Lua tinha um núcleo líquido com um dínamo, como o manto existente na Terra hoje, o qual produz um poderoso campo magnético.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

28/01/2009

Amostras de rochas lunares trazidas pela missão Apollo 17 ajudam cientistas a apurar a idade da Lua

Amostras de rochas lunares trazidas pela missão Apollo 17 ajudam cientistas a apurar a idade da Lua

O Cientista-astronauta Harrison Schmidt fotografado perto de uma grande rocha durante uma exploração da superficie lunar feita por ele e pelo companheiro, o astronauta da Apollo 17, Eugene Cernan. Esta grande rocha foi chamada “Split Rock” (Pedra Rachada). Cientistas analisaram amostras tiradas da "Split Rock" e concluiram que ela foi formada por solidificação de material de impacto. Isto quer dizer que "Split Rock" foi formada por rocha derretida, lançada pelo impacto de um meteorito. Ao fundo vemos o jipe lunar que foi utilizado pelos astronautas para se deslocarem para longe do local de pouso e coletar amostras lunares.

O cientista-astronauta Harrison Schmidt fotografado perto de uma grande rocha durante uma exploração da superfície lunar feita por ele e pelo companheiro, o astronauta da Apollo 17 Eugene Cernan. Esta grande rocha foi chamada “Split Rock” (Pedra Rachada). Os cientistas analisaram amostras tiradas da "Split Rock" e concluíram que ela foi formada por solidificação de material de impacto. Isto quer dizer que "Split Rock" foi formada por rocha derretida, lançada pelo impacto de um meteorito. Ao fundo vemos o jipe lunar que foi utilizado pelos astronautas para se deslocarem para longe do local de pouso e coletar amostras lunares.

Uma pequena quantidade do mineral zircônio, mais antiga que qualquer uma já encontrada na Terra, foi extraída a partir de uma amostra de rocha trazida pelos astronautas da missão Apollo 17. O mineral encontrado ajudará na apuração da data em que a Lua recém formada se solidificou.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

26/01/2009

O que há de misterioso em Hipérion?

Filed under: -►Astronomia e Espaço, Lua, Saturno — Tags:, , , , , , — εyε @ 3:14
Imagem capturada pela sonda Cassini em 2005

Imagem capturada pela sonda Cassini em 2005

O que há de misterioso em Hipérion?

A imagem acima é de Hipérion , um dos satélites de Saturno, o oitavo maior entre eles. Na imagem podemos ver um enorme número de crateras em sua superfície, e facilmente nota-se que seu formato é totalmente irregular.

Hipérion é composto principalmente de água sólida (embora pareça mais com uma espoja feita de isopor derretido). Outra característica de Hipérion é sua baixa densidade, devido à baixa ocorrência rochosa somada ao fato de ser em 40% de sua composição um grande vazio.

Mas Hipérion ainda guarda seus segredos, um deles é um misterioso material escuro escondido no interior das crateras na sua superfície. Mas afinal o que há nas profundezas das estranhas crateras de Hipérion? Não se sabe, veja o artigo publicado no APOD falando sobre isso.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

Older Posts »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.