Eternos Aprendizes

30/04/2009

Eternos Aprendizes em novo endereço!

ATENÇÃO !

Exoplaneta gelado

Eternos Aprendizes estão agora em novo endereço!

O novos posts de Eternos Aprendizes relacionados aos temas Astronomia, Espaço, Exploração Espacial, Cosmologia e Física estão sendo publicados em nosso novo endereço: www.eternosaprendizes.com

ou: http://eternosaprendizes.com

ou, via RSS: http://eternosaprendizes.com/feed/

ou, por RSS ATOM: http://eternosaprendizes.com/feed/atom/

Os posts antigos e seus comentários foram todos migrados para o novo endereço, no entanto, para que os leitores não percam os links antigos, manteremos aqui os posts originais, com ponteiros para o novo blog por mais alguns meses.

Esperamos por vocês lá!

ROCA e ξΥξ

09/04/2009

Atenção: novo cometa nos céus – Yi-SWAN

Filed under: -►Astronomia e Espaço, Cometa — Tags:, , , , , , , , — ROCA @ 7:30

Novo cometa nos céus: Yi-SWAN

Astrônomos amadores italianos, em 6 de abril (Ernesto Guido, Giovanni Sostero e Paul Camilleri) capturaram o cometa Yi-SWAN via telescópio refletor de 10 polegadas operado por Global-Rent-A-Scope em Mayhill, Novo México. Essa imagem é uma composição com 10 exposições de 60 segundos cada. Creditos: Ernesto Guido, Giovanni Sostero, and Paul Camilleri

Astrônomos amadores italianos, em 6 de abril, capturaram o cometa Yi-SWAN via telescópio refletor de 10 polegadas operado por Global-Rent-A-Scope em Mayhill, Novo México. Essa imagem é uma composição com 10 exposições de 60 segundos cada. Créditos: Ernesto Guido, Giovanni Sostero e Paul Camilleri

Em 26 de março de 2009 o astrônomo amador coreano DAE-am Yi descobriu um novo cometa através de fotografias. No entanto, sua descoberta não foi anunciada oficialmente até que uma confirmação independente fosse realizada. Isso foi feito através das imagens SWAN do SOHO, obtidas pelo astrônomo profissional Rob Matson em 4 de abril. Os astrônomos do CBAT (Central Bureau for Astronomical Telegrams), centro responsável pela catalogação de cometas, conferiram e confirmaram que as duas observações se relacionavam ao mesmo objeto e oficialmente nomearam o novo cometa como Yi-SWAN (C/2009 F6).

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

29/03/2009

Tunguska: o mistério foi finalmente resolvido? Um fragmento de cometa explodiu como uma bomba?

Tunguska: o mistério foi finalmente resolvido?

Um fragmento de cometa explodiu como uma bomba na atmosfera?

Um evento altamente energético ocorreu em Tunguka, Sibéria, em 1908, mas o que realmente causou isto? Crédito© Don Davis

Um evento altamente energético ocorreu em Tunguka, Sibéria, em 1908, mas o que causou isto? Crédito© Don Davis

Há mais de um século, em 30 de junho de 1908, uma explosão descomunal foi detonada sobre uma região despovoada da Rússia chamada Tunguska. Esse é provavelmente um dos mistérios mais duradouros que persiste sem solução no mundo. O que causou essa enorme explosão na atmosfera, com a energia equivalente a mais de 1.000 bombas atômicas (Japão – Hiroshima/Nagasaki, 2ª guerra mundial, 1945), que não deixou crateras? É notável a maneira que esse estranho evento tornou-se grande material fonte para escritores de ficção cientifica. Afinal, como poderia tamanha explosão que agitou o campo magnético terrestre e iluminou o hemisfério norte por 3 dias não ter deixado uma cratera sequer, mas aplainou de forma exótica uma grande área de 2.150 km² da floresta siberiana e deixou 200 km² de árvores queimadas?

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

14/03/2009

Cometas não só podem aniquilar a vida, mas também impedir que ela apareça!

Cometas não só podem aniquilar a vida, mas também impedir que ela apareça!

planeta-em-tau-ceti-bombardeada-por-cometas

Impressão artística de um planeta esterilizado pelo contínuo bombardeio de cometas e meteoros. Crédito: David Hardy em http://www.pparc.ac.uk/Nw/tc_images.asp

lgumas estrelas têm um elevado nível de cometas à sua volta e isso pode trazer o apocalipse sobre as possíveis formas de vida enraizadas em seus planetas. Visando entender melhor como isso funciona, há uma investigação em curso para determinar qual fração de sistemas estelares que podem ser inabitáveis por causa de impactos de cometas.

Muitos dos cometas no nosso sistema Solar estão no Cinturão Kuiper, um disco cheio de detritos que se estende desde a órbita de Netuno (30 UA) para quase duas vezes o superior a essa distância. Outras estrelas têm mostrado discos de detritos semelhantes a esse. Um exemplo disso é Epsilon Eridani, estrela gêmea do Sol a 10 anos-luz da Terra, que é um sistema jovem que possui três anéis.

epsilon-eridaniCerca de 20 por cento das estrelas semelhantes ao Sol têm discos de detritos que são mais substanciais que o nosso Cinturão de Kuiper, de acordo com os dados do Telescópio Espacial Spitzer. Mais detritos podem significar mais cometas, mas isso também pode significar mais impactos assassinos em planetas semelhantes à Terra orbitando essas estrelas?

Para responder isso temos que saber se existem planetas gigantes como Júpiter ao redor dessas estrelas semelhantes ao Sol.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

11/03/2009

A procura pelo planeta X vai ganhar um reforço extra do observatório Pan-STARRS

A procura pelo planeta X vai ganhar um reforço extra!

A persistente procura pelo planeta X vai ganhar um reforço extra a partir do novo sistema Pan-STARRS, um programa de procura por asteróides potencialmente perigosos (PHAs) em desenvolvimento pelo instituto de astronomia da universidade do Havaí.

Concepção artística de um objeto do Cinturão de Kuiper (KBO), um anel de asteróides de detritos congelados que se estende além a órbita de Neturo. Imagem: T Pyle (SSC) / JPL-Caltech / NASA

Concepção artística de um objeto do Cinturão de Kuiper (KBO), um anel de asteróides de detritos congelados que se estende além a órbita de Netuno. Imagem: T Pyle (SSC) / JPL-Caltech / NASA

Se nós soubéssemos o bastante para afirmar que o sistema Solar é uma construção em filigrana, nós poderíamos deduzir onde todos os seus blocos estão. Dessa forma, escondido nas sombras distantes há uma suspeita não confirmada da presença de um suposto planeta desconhecido – o Planeta X, um hipotético e distante objeto congelado, talvez das dimensões de Marte ou até mesmo da própria Terra.

Se algum dia for descoberto, o Planeta X seria a mais significativa adição ao sistema Solar desde a descoberta de Plutão em 1930, o notório planemo que foi demovido para “não-planeta”.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

25/02/2009

Onde e como ver o Cometa Lulin nos próximos dias

Onde e como ver o Cometa Lulin nos próximos dias

O cometa Lulin tem estado mais visível desde 23 de fevereiro e será possível observá-lo até março, conforme informa Robert Naeye editor chefe da Sky and Telescope.

O cometa Lulin em 22 de fevereiro por John Nassr, Filipinas, spaceweather.com

O cometa Lulin em 22 de fevereiro por John Nassr, Filipinas, spaceweather.com

“Em um lugar não poluído, bem escuro (sem poluicao luminosa), durante uma noite clara – o que não é muito comum hoje em dia  – o cometa está fracamente visível ao olho-nú”, segundo Naeye. “Até nos subúrbios, com baixa poluição luminosa, é possível vê-lo com um bom par de binóculos. Mas você terá que saber exatamente onde olhar”.

Para isso, veja essa carta estelar de SkyandTelescope.com/CometLulin.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

20/02/2009

O telescópio orbital Swift mantém o Cometa Lulin em vista

O telescópio orbital Swift mantém o Cometa Lulin em vista

Essa imagem do cometa Lulin foi obtida em 28 de janeiro de 2009 combina dados obtidos pelos dispositivos de ultravioleta, ótico e raios-X (azul, verde e vermelho) do telescópio orbital Swift. Nessa data Lulin estava a 160 milhões de km da Terra e 185,5 milhões de km do Sol. Crédito: NASA/Swift/Universidade de Leicester/Bodewits et al.

Essa imagem do cometa Lulin foi obtida em 28 de janeiro de 2009 combina dados obtidos pelos dispositivos de ultravioleta, ótico e raios-X (azul, verde e vermelho) do telescópio orbital Swift. Nessa data Lulin estava a 160 milhões de km da Terra e 185,5 milhões de km do Sol. Crédito: NASA/Swift/Universidade de Leicester/Bodewits et al.

A sonda espacial Swift tem trabalhando dobrado nesses dias. Normalmente esse satélite observador de raios-gama varre o céu a procura as poderosas explosões de alta-energia cósmicas, ou seja, os famosos GRBs (explosões de raios gama – gamma-ray burst). Agora o Swift está também monitorando o cometa Lulin que está se aproximando da Terra. Pela primeira vez os astrônomos estão vendo simultaneamente imagens em ultravioleta e raios-X de um cometa. “O cometa Lulin está liberando uma quantidade imensa de gás, o que o transforma no alvo ideal para observações de raios-X”, disse Andrew Read de Leicester.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

19/02/2009

O cometa verde Lulin e suas duas caudas

O cometa verde Lulin e suas duas caudas

O cometa Lulin se aproxima. Qual será o seu brilho afinal? Não sabemos ainda… Embora seja notavelmente difícil de prever com precisão o brilho de cometas recentemente descobertos, o cometa Lulin poderá tornar-se visível a olho-nú ao final de fevereiro.

Cometa Lulin

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

12/01/2009

2012: Não haverá nenhum cometa assassino, Nibiru ou Planeta-X

2012: Não haverá nenhum cometa assassino, Nibiru ou Planeta-X

Tendo em vista os diversos alertas e notícias falsas sobre tragédias a ocorrer no ano de 2012  alegando o  suposto ‘fim do calendário Maia’ em 2012, vamos postar uma série de artigos para desmistificar esses cenários apocalípticos impossíveis. Primeiro falaremos sobre a suposta vinda do alegado cometa de 2012.

2012: No Comet (2012: Não Haverá Cometa)

Tradução do artigo escrito por Ian O’Neill na Universe Today em 21 de dezembro de 2008

asteroid_earth_impact

Impacto de cometa na Terra

De acordo com os defensores do apocalipse em 2012, algo bem grande chegará até nós. Por “algo grande” quero dizer uma entidade cósmica incontrolável (por exemplo: o Planeta X, Nibiru ou uma tempestade solar “assassina”), e por “nós” me refiro a todo o planeta Terra. Dar apoio a cenários apocalípticos em 2012 baseando-se no antigo calendário Maia parece estar tomando velocidade entre autores, sites web, documentários e (pessoalmente meu favorito) os vídeos no Youtube. De acordo com eles, algo de mal se sucederá em torno da data de 21 de dezembro de 2012. Provavelmente a diferença mais interessante entre os cenários apocalípticos de 2012 e as profecias apocalípticas do passado é que quase todos os possíveis portadores do apocalipse (e os impossíveis… ou implausíveis) se auto-proclamam assassinos do planeta.

Por isso, neste artigo vamos abordar outro cenário apocalíptico astronômico, passaremos em revista a teoria de que um cometa atualmente vindo do espaço profundo fará sua lenta aproximação final em sua órbita parabólica até a Terra. Mas, antes que você fique preocupado, alegre-se em saber que a teoria do impacto cometário em 2012 é tão sólida como um saco vazio – não existe nenhum objeto observado lá fora e certamente não existe nenhuma evidência sugerindo que poderá haver um impacto cometário em 2012… e aqui está a razão

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

09/01/2009

Extinção em massa há 12.900 anos: a Terra foi atingida por um cometa?

Extinção em massa há 12.900 anos: a Terra foi atingida por um cometa?

Os mamutes foram extintos na América do Norte há 12.900 anos

Os mamutes foram extintos na América do Norte há 12.900 anos

Nano-diamantes encontrados na América do Norte podem ser evidências de uma grande mudança climática provocada por cataclismo causado por um megaevento cósmico, 13 milênios atrás.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.