Eternos Aprendizes

30/04/2009

Eternos Aprendizes em novo endereço!

ATENÇÃO !

Exoplaneta gelado

Eternos Aprendizes estão agora em novo endereço!

O novos posts de Eternos Aprendizes relacionados aos temas Astronomia, Espaço, Exploração Espacial, Cosmologia e Física estão sendo publicados em nosso novo endereço: www.eternosaprendizes.com

ou: http://eternosaprendizes.com

ou, via RSS: http://eternosaprendizes.com/feed/

ou, por RSS ATOM: http://eternosaprendizes.com/feed/atom/

Os posts antigos e seus comentários foram todos migrados para o novo endereço, no entanto, para que os leitores não percam os links antigos, manteremos aqui os posts originais, com ponteiros para o novo blog por mais alguns meses.

Esperamos por vocês lá!

ROCA e ξΥξ

24/04/2009

Qual a razão do movimento retrógrado de Vênus?

Filed under: -►Astronomia e Espaço, Sistema Solar, Urano, Vênus — Tags:, , — ROCA @ 0:35
Um impacto colossal pode ser a causa da anomalia do movimento de Vênus

Um impacto colossal pode ser a causa da anomalia do movimento de Vênus

Comparando Vênus com todos os demais planetas do Sistema Solar, nota-se que esse planeta tem uma rotação única. Visto de cima, todos os planetas giram no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio. Tal comportamento é natural de ser esperado uma vez que se supõe que todos os planetas se formaram da mesma nebulosa planetária há mais de 4,5 bilhões de anos.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

23/04/2009

Hubble confirma a atuação da Matéria Escura no Universo Primordial

Hubble confirma o papel da Matéria Escura na evolução do Universo

Imagem da câmera NICMOS do Hubble capturou o campo norte da pesquisa GOODS com imagens das galáxias distantes do Universo primordial. Crédito: C Conselice, A Bluck e equipe GOODS NICMOS

Imagem da câmera NICMOS do Hubble capturou o campo norte da pesquisa GOODS com imagens das galáxias distantes do Universo primordial. Crédito: C Conselice, A Bluck e equipe GOODS NICMOS

Uma nova pesquisa revelou como as galáxias mais massivas se formaram no Universo primordial e as descobertas confirmam a teoria que suporta a atuação da Matéria Escura Fria na evolução das galáxias. Um time de cientistas de 6 países usou câmera de captura da radiação infravermelha NICMOS do telescópio espacial Hubble para realizar a mais profunda pesquisa já realizada nas faixas infravermelhas do espectro.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

21/04/2009

Gliese 581 d pode ser um exoplaneta oceânico

Gliese 581 d pode ser um exoplaneta oceânico – um mundo aquático

Visão de um exoplaneta oceânico orbitando uma estrela anã-vermelha

Visão de um exoplaneta oceânico congelado orbitando uma estrela anã-vermelha

Gliese 581, a estrela anã-vermelha que há alguns anos apareceu nos noticiários sobre sua possível “super-terra” em zona de habitação, voltou a ser manchete. O famoso astrônomo suíço Michel Mayor, caçador de exoplanetas,  e seu time de astrônomos do Observatório de Genebra na Suíça localizaram um quarto planeta nesse sistema, Gliese 581 e o qual tem massa de apenas 1,9 vezes a massa da Terra. Tal cálculo aponta esse exoplaneta como o menor já encontrado a orbitar uma estrela na sequência principal [ o menor exoplaneta é o PSR 1257+12 b que orbita um pulsar, uma estrela de nêutrons, remanescente de uma supernova ]. Orbitando a  sua estrela em apenas 3,15 dias-terrestres, o novo planeta extrasolar está próximo demais da sua estrela para situar-se dentro da zona de habitação de Gliese 581,  a qual fica na constelação de Libra, a 20,5 anos-luz de distância da Terra.

A descoberta deste exoplaneta pequeno (para os padrões atuais de busca), contudo, trás ótimas noticias: os refinamentos nos cálculos dos demais exoplanetas desse sistema confirma que o quarto planeta Gliese 581 d está dentro da zona habitável!

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

18/04/2009

Há vida em outros planetas?

Há vida em outros planetas? [Zeca dá seu depoimento]

pagina_do_zeca_coruja_eUma pergunta que me é feita com muita freqüência é se eu acredito que exista vida em outros planetas. Para respondê-la precisamos definir alguns pontos.

Acreditar? Saber? Ou supor?

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

16/04/2009

Antigo ecossistema antártico pode ser similar a ambientes com vida em outros mundos

Antigo ecossistema antártico pode ser similar a ambientes com vida em outros mundos

Um ecossistema foi encontrado nessa região da Antárctica. Crédito: Jill Mikucki

Um ecossistema foi encontrado nessa região da Antárctica. Crédito: Jill Mikucki

Cientistas encontraram um antigo ecossistema embaixo de uma geleira na Antártica, um sistema biológico isolado que sobreviveu por milhões de anos sem luz e oxigênio em uma piscina de água extremamente salgada, como uma salmoura. Esse ecossistema contém uma diversidade de bactérias que sobrevivem nas águas geladas e salgadas, repletas de ferro e sulfa. A água desse ecossistema permanece na temperatura de -10º Celsius sem congelar-se por causa do seu alto nível de salinidade, 3 a 4 vezes superior ao dos oceanos. Os cientistas que descobriram e estudaram o ecossistema acharam uma bactéria que consegue converter ferro e sulfa em alimento. A vida encontrada em condições extremas (extremófilos) como aqui pode sugerir como a vida poderia existir em outros planetas e serve como modelo de como a vida pode evoluir sobre o gelo. Assim, cientistas apontam para a possibilidade de vida sob a grossa camada de gelo na lua Europa de Júpiter.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

14/04/2009

Apollo 17: os astronautas comprovaram que fita adesiva é um equipamento mandatório na exploração espacial

Apollo 17: os astronautas comprovaram que fita adesiva é um equipamento mandatório na exploração espacial

Missão Apollo 17: rover reparado com fita adesiva, grampos e mapas descartáveis

Missão Apollo 17: rover reparado com fita adesiva, grampos e mapas descartáveis

Por que a Lua é tão cheira de poeira?

Na Terra as rochas são erodidas pelo vento e pela água, criando o solo e areia. Na Lua, uma longa história de bombardeio por micrometeoritos tem atingido duramente a superfície rochosa criando uma camada de poeira fina e áspera de solo lunar ou regolito.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

12/04/2009

Sondas espaciais STEREO procuram restos de um misterioso protoplaneta chamado Theia

Sondas espaciais STEREO procuram restos de um misterioso protoplaneta chamado Theia

Implantação dos painéis das sondas STEREO. Crédito: Johns Hopkins, University Applied Physics Laboratory. Crédito: Dr. C. J. Eyles, University de Birmingham

Implantação dos painéis das sondas STEREO. Crédito: Johns Hopkins, University Applied Physics Laboratory. Crédito: Dr. C. J. Eyles, University de Birmingham

Como a Lua se formou? A principal hipótese Giant Impact Theory” propõe que no início da formação do Sistema Solar, um protoplaneta com a dimensão de Marte impactou com a Terra. Os restos da colisão, uma mistura do material de ambos os corpos, foram arremessados para fora da órbita da Terra e se aglutinaram dando origem a Lua. Em breve esta teoria poderá ser testada, resolvendo talvez a questão de como a Lua se formou. Duas sondas gêmeas, da NASA, estão prestes a entrar em regiões do espaço conhecidos como Pontos de Lagrange onde os restos deste misterioso protoplaneta podem estar escondidos. As sondas denominadas Solar Terrestrial Relations Observatory, ou simplesmente STEREO, passarão pelos pontos L4 e L5 onde a gravidade do Sol e da Terra se une formando vazios gravitacionais onde asteróides e poeira espacial tendem a recolher-se.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

11/04/2009

Astrônomos estudam porque as Supernovas Ia ocorrem tão rápido após a formação da estrela anã branca progenitora

Astrônomos estudam por que as Supernovas Ia ocorrem tão rápido após a formação da estrela anã branca progenitora

Legenda: A Supernova 2005ke é mostrada aqui nos comprimentos de onda ótica, ultravioleta e Raios-X. Quando observada essa foi a primeira imagem em raios-X de uma supernova tipo Ia e tal imagem trouxe as evidências que essa supernova foi criada pela explosão de uma anã-branca orbitando uma gigante vermelha. Crédito: NASA/Swift/S. Immler

A Supernova 2005ke tipo Ia é mostrada aqui nos comprimentos de onda do espectro visível (à esquerda), espectro ultravioleta (no centro) e na faixa de freqüências dos raios-X (à direita). Esta foi a primeira foto na faixa do espectro dos raios-X de uma supernova tipo Ia e tal imagem trouxe as evidências que essa supernova foi criada pela explosão de uma anã-branca orbitando uma gigante vermelha. Crédito: NASA/Swift/S. Immler

As supernovas tipo Ia como a SN 2005ke, acima, são detonadas quando um membro do par binário excede uma massa crítica e deflagra uma rápida reação de fusão…

Os cientistas há algum tempo consideram um enigma a razão pela qual essas explosões acontecem com tamanha rapidez. Agora, um time de astrônomos chineses julga ter chegado a uma causa provável para esse fenômeno.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

09/04/2009

Atenção: novo cometa nos céus – Yi-SWAN

Filed under: -►Astronomia e Espaço, Cometa — Tags:, , , , , , , , — ROCA @ 7:30

Novo cometa nos céus: Yi-SWAN

Astrônomos amadores italianos, em 6 de abril (Ernesto Guido, Giovanni Sostero e Paul Camilleri) capturaram o cometa Yi-SWAN via telescópio refletor de 10 polegadas operado por Global-Rent-A-Scope em Mayhill, Novo México. Essa imagem é uma composição com 10 exposições de 60 segundos cada. Creditos: Ernesto Guido, Giovanni Sostero, and Paul Camilleri

Astrônomos amadores italianos, em 6 de abril, capturaram o cometa Yi-SWAN via telescópio refletor de 10 polegadas operado por Global-Rent-A-Scope em Mayhill, Novo México. Essa imagem é uma composição com 10 exposições de 60 segundos cada. Créditos: Ernesto Guido, Giovanni Sostero e Paul Camilleri

Em 26 de março de 2009 o astrônomo amador coreano DAE-am Yi descobriu um novo cometa através de fotografias. No entanto, sua descoberta não foi anunciada oficialmente até que uma confirmação independente fosse realizada. Isso foi feito através das imagens SWAN do SOHO, obtidas pelo astrônomo profissional Rob Matson em 4 de abril. Os astrônomos do CBAT (Central Bureau for Astronomical Telegrams), centro responsável pela catalogação de cometas, conferiram e confirmaram que as duas observações se relacionavam ao mesmo objeto e oficialmente nomearam o novo cometa como Yi-SWAN (C/2009 F6).

Para ler o artigo completo, clique aqui

Eternos aprendizes estão em novo endereço: www.eternosaprendizes.com

Eternos aprendizes estão em novo endereço: http://www.eternosaprendizes.com

Older Posts »

Theme: Shocking Blue Green. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.